Avançar para o conteúdo principal

A nossa humanidade racional

A nossa humanidade racional é uma possibilidade natural precária, continuamente ameaçada e interrompida pelos nossos perecíveis e pobres corpos, pela nossa finitude e mortalidade, pelas nossas exigências materiais, desejos e inconveniências. Ser um corpo natural é ser um objecto da natureza. E aqui reside certamente a ambiguidade da condição humana: se queremos exercitar a nossa natureza racional, devemos fazê-lo desafiando a natureza de um modo natural.

Finn Boweing

Mensagens populares deste blogue

Factores de Risco

“A transição económica, a urbanização, a industrialização e a globalização causam mudanças no estilo de vida que favorecem o surgimento de doenças cardíacas .../.... A falta de exercícios e uma dieta inadequada [estão] entre os principais factores de risco." Associação Americana do Coração in Estatísticas Internacionais de Doenças Cardiovasculares

Um grão de areia

"Para ter a ideia da pequenez do átomo comparado com um objecto macroscópico, imaginemos que podemos ver os átomos numa mesa de cozinha, e que cada átomo é do tamanho de um grão de areia. Nesta escala de ampliação, a mesa terá então 3500 quilómetros de comprimento." Robert Jastrow, Red Giants and White Dwarfs (em Port. A arquitectura do Universo, Edições 70)