Avançar para o conteúdo principal

Por que ser cientista?


“Conforme vejo as coisas, a ciência hoje, apesar de todos os seus avanços frontais, carece dum senso íntimo de direcção. (.../...) Os cientistas não mais podem continuar a trilhar o caminho do ‘progresso científico’ sem relacioná-lo — de forma imaginativa e vívida — aos efeitos que os aspectos negativos de seu trabalho exercem sobre o nosso planeta. Precisamos de nova variedade de cientista/filósofo. (.../...) O homem, embriagado de ciência, tornou-se o touro na loja de porcelana da natureza.”

Gabrielle Horne, New Scientist, 8/9 1979

Mensagens populares deste blogue

Factores de Risco

“A transição económica, a urbanização, a industrialização e a globalização causam mudanças no estilo de vida que favorecem o surgimento de doenças cardíacas .../.... A falta de exercícios e uma dieta inadequada [estão] entre os principais factores de risco." Associação Americana do Coração in Estatísticas Internacionais de Doenças Cardiovasculares

Um grão de areia

"Para ter a ideia da pequenez do átomo comparado com um objecto macroscópico, imaginemos que podemos ver os átomos numa mesa de cozinha, e que cada átomo é do tamanho de um grão de areia. Nesta escala de ampliação, a mesa terá então 3500 quilómetros de comprimento." Robert Jastrow, Red Giants and White Dwarfs (em Port. A arquitectura do Universo, Edições 70)